Buscar
  • PATAMAR CONSULTORIA EJ

6 Dicas Para Um Bom Plano De Marketing



O Plano de marketing é exatamente o que você necessita se estiver pensando em crescer o seu negócio. Pois é o que vai dizer quem é seu público alvo, como você vai chegar até ele e o que você tem que fazer para que seus clientes continuem sempre comprando seus produtos e serviços.


Basicamente, será a descrição do seu mercado, seus objetivos e quais os melhores meios para utilizar com o intuito de atender as expectativas dos seus consumidores. No entanto, um bom plano de marketing deverá ser focado em um documento simples, onde você não irá se perder durante o tempo.


As 6 principais etapas do Plano de Marketing:


#1 Objetivos de Marketing

Todo plano é feito com base na definição dos objetivos, portanto, defina com clareza quais são os seus objetivos de marketing. Como por exemplo: aumento de vendas, reconhecimento de marca e de brand equity, ampliação atuação online, reconhecimento de produtos e etc.


#2 Perfil do público alvo, definição de persona

Persona em seu negócio, é a representação do seu cliente ideal, ela terá todas as informações e características que seu cliente tem, como desejo, medos, objetivos, faixa salarial e interesses.


Pense em quando compramos um presente para alguém, utilizamos todos esses traços para ver qual seria a escolha ideal. Ou seja, identifique sua audiência e seus compradores para que possa oferecer os melhores produtos e serviços quem de fato tem interesse.


#3 Jornada de compra

Nessa etapa, você ira desenhar a jornada de compra ideal do seu consumidor e se certificar que ele passe por todas elas. Sendo elas: Atenção, Apelar, Perguntar, Ação e Advogar. Consumidores estão atentos a diversas marcas que chegam até ele por meio de estratégias de marketing, experiências anteriores e advogados da marca, impulsionados pela curiosidade, seu consumidor passa a pesquisar marcas que mais atraem sua atenção, perguntando para amigos e familiares, buscando informações nas mídias e até diretamente com a marca, o que faz com que esse processo não seja mais individual, mas sim social.


O primeira requisito para a AÇÃO é a integração, entre os meios online e offline, ao mesmo tempo que estão olhando para produtos nas lojas, os consumidores fazem buscas em seus celulares, para mais informações, aumentando ainda mais a importância das marcas nos canais.


As marcas precisam utilizar dos seus gatilhos de curiosidade com seus potenciais consumidores, para que eles iniciem uma conversa com outros consumidores. Isso para que o processo de compra continue, já que a aprovação de outras pessoas é fundamental.

Para que a fidelização aconteça, e seu consumidor se torne um “advogado” da sua marca, o seu produto ou serviço tem que ser muito mais do que satisfatório, precisa proporcionar uma experiência diferente e surpreendente, durante toda a jornada de compra.


#4 Mix de marketing

Essa é uma das partes mais importantes do seu plano de marketing. É aqui que você define as variáveis que podem ser controladas por você ou até mesmo pelo departamento de marketing da sua empresa, e assim, gerar o desejo de compra na sua audiência. Se você trabalha somente com produtos, irá definir os 4P’s sendo: Produto, Preço, Promoção e Praça. Caso você trabalhe com serviços também, acrescente mais 3P’s a seu mix de marketing, sendo, Pessoas, Processos e Prova Física.


Você precisa levar em conta as atividades que são relevantes em seu negócio, lembre-se também de considerar sua estratégia de marketing digital, e procure se diferenciar dos seus principais concorrentes, deixando bem claro o motivo pelo qual sua persona deve procurar seu produto ou serviço e não o da concorrência.


#5 Plano de Ação

Com base nas definições anteriores, você deve criar uma lista com 5 a 10 ações de marketing para colocar seus objetivos em prática. Todas essas atividades devem estar embasadas no seu Mix de marketing, isso irá garantir que tudo aquilo que você está colocando em prática, está alinhado ao seu objetivo de plano de marketing, evitando desperdício de recursos. Procure detalhar as atividades e o responsável por cada uma delas, quais são as expectativas após as ações e quais as métricas você vai avaliar.

Além disso, não deixe de listar ações alternativas, pois mudanças e imprevistos podem acontecer.


#6 Controle de orçamento e definições de métrica:

Você precisa definir com antecedência quanto você pretende gastar com as ações prioritárias do seu plano de marketing no período de 1 ano. Ter um orçamento definido vai garantir que você não ultrapasse dos investimentos e acabe gerando prejuízos para o seu negócio. Além do orçamento, estabeleça prazos e duração para cada uma delas. Documente também tudo que for possível, pois se você controla, fica muito mais fácil avaliar os resultados.

E para controlar a eficiência do seu plano de marketing, tenha metas claras e KPIS bem definidas.


O plano de marketing nunca acaba e está em constante mudança, exigindo que você revise e atualize sempre que necessário para se manter no caminho do crescimento exponencial.


Deseja saber mais sobre esse serviço? Entre em contato conosco!


Empresa Júnior de Consultoria de Negócios criada e gerenciada por alunos de Administração e Engenharia de Produção, 

Todo o valor ganho é revertido para a formação profissional dos nossos membros e alunos da UNIRIO

Saiba mais sobre nós...
Rua Voluntários da Pátria, 107 - 3° andar, Rio de Janeiro
Telefone: (021) 99437 - 4909