• PATAMAR CONSULTORIA EJ

Gestão da Qualidade: sua importância e como fazer

A gestão da qualidade se trata de uma estratégia administrativa que propõe criar uma consciência da qualidade em todos os processos organizacionais e é essencial para o funcionamento da empresa. Antigamente, a preocupação com a qualidade era apenas um diferencial das organizações, hoje em dia, se tornou uma obrigação, por conta de leis fiscais.

A implantação do sistema de gestão da qualidade deve ser feita com:


1. O envolvimento de todas as pessoas da equipe:

O engajamento da equipe é essencial em todos os processos da organização e com a gestão da qualidade não seria diferente, uma vez que todos os sócios são direta ou indiretamente responsáveis pela qualidade do produto ou do serviço.

Por isso, deve estar intrínseco à cada sócio uma “Cultura da qualidade”, que é derivada da comunicação e da transparência em relação aos objetivos da empresa.


2. A definição dos produtos, serviços e processos mais impactantes:

A definição desses itens que mais geram resultado, que mais tem impacto quando chega ao cliente deve ser feita. Isso porque é extremamente difícil e desgastante realizar análises da qualidade para todos os produtos, serviços e processos; por isso, devem-se selecionar aqueles que mais têm impacto nos resultados do negócio e na satisfação do cliente.


3. A criação de Indicadores:

Indicadores são parâmetros usados para medir a qualidade de um produto, serviço, processo. Alguns indicadores que se pode utilizar:

Para produtos: tamanho, qualidade da embalagem, qualidade da matéria prima.

Para serviços: satisfação do cliente em relação ao atendimento, tempo entre o pedido do cliente e o recebimento do produto.

Para processos: armazenamento, transporte, envio do produto.


4. Definição do método de coleta das informações:

Após a definição dos indicadores, é necessário iniciar as pesquisas para a obtenção das informações e avaliação delas com base nesses indicadores.

Desse modo, é necessário definir como será feita a coleta das informações dos produtos, serviços e processos. Essa coleta pode ser feita manualmente (envolve funcionários para realizar pesquisas) ou por vias automatizadas (por máquinas, de forma mais rápida).


5. Ajustes e feedbacks:

O fim do ciclo se dá pela análise dos resultados obtidos, feedbacks (avaliações e sugestões de melhora) positivos ou negativos e pelos ajustes que devem ser feitos, tanto nos produtos, serviços e projetos quanto nos indicadores. A cultura do feedback é extremamente importante para uma empresa, uma vez que é a partir dessas avaliações individuais que se busca uma solução. Deve-se ouvir os feedbacks dos clientes, dos funcionários e sócios envolvidos.


A cultura da qualidade não está tão presente em sua empresa? Hoje em dia, ela deve estar, não só por conta das leis, mas também para que o marketing possa usar a qualidade como estratégia para a promoção da empresa e, por último, mas ainda mais importante, para que seus clientes se sintam satisfeitos, nada melhor que um bom feedback do cliente. Caso haja alguma dúvida sobre a ferramenta da Gestão da Qualidade, ou caso essa seja uma necessidade de sua empresa, não hesite em contatar um de nossos consultores gratuitamente!

25 visualizações

Empresa Júnior de Consultoria de Negócios criada e gerenciada por alunos de Administração e Engenharia de Produção, 

Todo o valor ganho é revertido para a formação profissional dos nossos membros e alunos da UNIRIO

Saiba mais sobre nós...
Rua Voluntários da Pátria, 107 - 3° andar, Rio de Janeiro
Telefone: (021) 99437 - 4909