• PATAMAR CONSULTORIA EJ

Plano de negócios: Sua importância e como fazer

Atualizado: 1 de Out de 2019

O Plano de negócios, também chamado de plano empresarial, é ideal e fundamental para negócios que estão começando e para aqueles que querem expandir, uma vez que evita que erros sejam cometidos. No entanto, para compreender isso de forma efetiva, é necessário entender seu conceito.


O que é Plano de negócios?

É um documento que descreve quais os objetivos de uma empresa e quais ações devem ser tomadas para que eles sejam atingidos. Desse modo, ele permite identificar os possíveis erros no papel e solucioná-los antes de pô-las em prática. Na prática, ela é uma junção de Plano de Marketing, Planejamento Financeiro, Pesquisa de Mercado, Planejamento Estratégico. Caso não sejam de seu conhecimento, em nosso blog, discorremos sobre cada um deles!


Qual a sua importância?

Por auxiliar no planejamento de uma empresa, e consequentemente na organização dela, ele, antes de tudo, mostra se a ideia vigente é viável. Se a resposta for sim, ele direciona as decisões a serem tomadas, define o objetivo principal do negócio e diminui os riscos das ações.

É possível também, quando um projeto ou ação está sendo realizada, se fazer uma comparação entre a realidade e o que foi previsto no Plano empresarial. Isso faz com que os objetivos passem a ser mais concretos, a empresa, mais organizada e os sócios e funcionários, mais engajados.


Além disso, um plano de negócios bem definido confere ao empreendimento credibilidade e um bom posicionamento no mercado, o McDonald’s, por exemplo, se posiciona como o melhor Fast Food, o lugar ideal para ser atendido rapidamente e com produtos de qualidade.

Como fazer?


1. Sumário Executivo:

É um breve resumo do que vai ser apresentado no Plano e deve ser sucinto e claro. Tem o papel de atrair o leitor e deixá-lo ciente dos assuntos tratados no documento.

Apesar de estar no início, deve ser escrito no final, uma vez que é um resumo, e até mesmo para saber o que deve ou não ser colocado!


2. Produtos e/ou Serviços

Nessa parte serão informados os principais produtos e/ou serviços disponibilizados e vendidos pelo negócio e analisá-los, ou seja, como vão ser feitos, quais recursos serão utilizados (tanto no que é vendido quanto no processo), ciclo de vida, leads.


3. Análise de Mercado:

É uma das etapas mais importantes do Plano. Essa etapa faz com que o negócio compreenda o mercado no qual se quer atuar e veja se há ou não demanda para o produto e/ou serviço dela. Algumas perguntas que se deve fazer são:

. Quem são os meus clientes?

. Qual a faixa etária deles?

. Com que frequência compram meu produto ou serviço?

. Por que compram?

. Em que região moram?

. Qual a faixa salarial deles?

. Qual o estilo de vida deles?

Após se ter as respostas, será possível, antes de tudo, definir se o negócio é viável, caso seja, determinar a política de preços, planos de comunicação, ações promocionais.

Nessa etapa, é importante também pesquisar sobre os fornecedores do mercado e encontrar um que seja o melhor para o seu negócio.

Além disso, deve-se levar em conta as características dos produtos e serviços dos concorrentes: como vendem, qual a política de preços, quais os benefícios.


4. Plano de Marketing:

É nesse setor que se informa como serão feitas as divulgações do produto ou serviço ofertado, as estratégias de marketing, os produtos e suas características. Algumas perguntas que podem ser feitas são:

. O que é o meu produto e/ou serviço e como eu posso o descrever?

. Como ele se destaca da concorrência?

. Qual é a rotina de compra do meu cliente?

. Vou vender em loja física ou online? Haverá entrega?

. Como o cliente saberá que o meu produto existe?


5. Plano operacional:

Nessa parte será discutido como será o funcionamento do negócio, demonstrando os passos e os recursos necessários.

A pergunta mais essencial é: Quanto consigo vender em determinado período (um mês, um ano)?

Para responde-la, é necessário pensar na quantidade de funcionários, os equipamentos necessários, tempo demandado para a realização do serviço.


6. Plano Financeiro:

É aqui que serão calculados todos os investimentos iniciais de abertura ou expansão do negócio, e os custos rotineiros, além do chamado “ponto de equilíbrio”, que é o faturamento mínimo que o negócio deve ter para não fechar certo período de tempo no prejuízo.

Inclua: investimentos e custos da mão de obra, dos equipamentos, domínios físicos, marketing, matéria-prima, fornecedores.

Com isso, o negócio poderá entender melhor como e qual será a renda, os lucros e em quanto tempo terá o retorno do investimento inicial.

Acha que seu negócio precisa de um Plano de negócios? Nós, da Patamar Consultoria, oferecemos esse serviço! Entre em contato conosco para saber mais.

31 visualizações

Empresa Júnior de Consultoria de Negócios criada e gerenciada por alunos de Administração e Engenharia de Produção, 

Todo o valor ganho é revertido para a formação profissional dos nossos membros e alunos da UNIRIO

Saiba mais sobre nós...
Rua Voluntários da Pátria, 107 - 3° andar, Rio de Janeiro
Telefone: (021) 99437 - 4909